A vila do Chaves

Não existe brasileiro nascido entre 1990 e 2000 que não tenha dado boas risadas com este programa. Vale ressaltar que antes da internet se tornar popular no país poucos programas de TV propiciava essa aceitação generalizada.

Algumas episódios épicos eram aqueles que saiam da vila, pois, eram diferentes. A vila era o cenário comum, não menos interessante, apesar de simples. A viagem à Acapulco, por exemplo.

Jovens de 30 anos ou mais cresceram assistindo Chaves, às vezes, sem saber se depararam com mensagens filosóficas ou de expressão, claramente, político-social. Assistir Chaves, hoje, é muito melhor quando se tem uma consciência política. Mas não vou entrar no mérito. Quero apenas com essa arte deixar registrado aqui um trabalho gratificante de reprodução da vila mais famosa do mundo.

Acrescentarei apenas, ao final desse texto, que humor e reflexão política sempre andaram juntos não é de hoje que nossos artistas, por exemplo, têm se manifestado proativamente em relação à política. Isso se evidencia bastante no humor, nas artes visuais, música etc.

Publicado por Orlando Lima

Sou servidor público, casado, pai de Davi, administrador e especialista em Gestão de Projetos. Faço arte digital no meu tempo livre além de desenvolver conteúdo sobre administração e áreas afins.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: